conteúdo de moda

História da camiseta

09:00

As camisetas (camisias) eram usadas como peças de baixo na antiguidade, aqueciam e protegiam da  transpiração. Até o início do século XX, os trabalhadores braçais usavam apenas camiseta no dia-a-dia para não rasgar a 'roupa de cima'. Na 1° Guerra Mundial, os americanos adotam a camiseta para colocar por baixo dos uniformes e passam a chamá-las de T-shirts devido ao formato da peça quando aberta. Na  2° Guerra Mundial já era utilizada individualmente.

A peça só se tornou popular na década de 50. Utilizada por James Dean e Marlon Brando, se transformou num ícone de rebeldia. Nos anos 60, os hippies a utilizaram como forma de comunicação e colocavam mensagens, no mesmo período tornou-se uma peça unissex. Nos anos 70, recebem propagandas políticas, começam a ser massificadas com apelo de moda e como forma de expressão. Enfim, tem propósitos diversos e os anos 80 também segue assim. Dos anos 90 para cá, é usada por homens, mulheres, crianças tem apelo versátil e independe de causa. Se tornou tão democrática ao ponto de ser considerada um clássico do guarda-roupa, tal como o jeans.

Anos 40, Soldado americano. Anos 50, Marlon Brando. Anos 80, propaganda Apple.
Várias empresas se dedicam exclusivamente a esse item fashion, que hoje é usado para qualquer ocasião, do look casual à balada.



Fonte: Revistacrescer.globo.com
            Blog alguns tormentos
            Revolution Thunder
          

Você também pode gostar de:

2 comentários

  1. Oi Luzi, tudo bem?
    Adorei ver a lepor aqui novamente!
    Adoro as "Use Huck" também!
    Um beijo
    Dri
    http://www.chatadescarpin.com

    ResponderExcluir
  2. @Dri Afonso

    Que bom Dri, nem tem como falar de t-shirt por aqui e não lembrar da marca. bjooo

    ResponderExcluir

Obrigada por sua opinião,é essa troca que torna o blog cada dia melhor..=)

Deixe seu link, junto com sua mensagem para que eu possa conhecer seu blog =D.

E para quem não tem respondo por aqui,ok?

BJS, Luzi.

P.S.:Os comentários são moderados.

Projeto

CURTA