como usar

Por que é tendência? - Japonismo

12:00

Há algum tempo estava querendo inaugurar esta tag aqui no blog. Por que é tendência? terá como objetivo explicar de forma resumida o momento histórico de uma tendência atual, a releitura nas passarelas e como está sendo usada nas ruas.

Para começar nada melhor que a tendência atual "japonismo", que tem referências orientais e foi tema no meu TCC. =D 

 


MOMENTO HISTÓRICO:

Em 1910, o Ballet Russe apresentou no Teatro de Ópera em Paris “Sheherazade” com a narrativa com base no primeiro conto “Mil e uma noites”. O cenário, coreografias e figurinos com estéticas orientais, cores fortes contrastantes com as cores suaves da Belle Époque surpreendeu e proporcionou novas experimentações para artistas e estilistas.

Nesse cenário, destaca-se Paul Poiret que no ano seguinte, fez a festa a milésima segunda noite, em que os convidados eram obrigados a irem com roupas orientais ou utilizar as roupas cedidas por ele. Na festa sua esposa usou por cima da calça uma túnica aramada, esta peça entrou para sua coleção em 1913. Anos antes ele já tinha libertado as mulheres dos incômodos espartilhos, criando vestidos soltos simbolizando a liberdade do corpo da mulher e em 1910 um de linhas simples inspirado no formato dos quimonos.
"A influência oriental na moda de Poiret é evidente. O mestre inspirava-se também no folclore e na história. Os tecidos são finos e delicados. Poiret gostava de utilizar seda e cetim, finas musselinas, bem como tecidos tipo véu e tule. Além do mais, as suas criações eram um verdadeiro festival de cores: vermelho e cor de rosa brilhante, verde e amarelo, por vezes, alguns tons intensos de castanho, isto numa época em que as senhoras se costumavam vestirem tons discretos com a cor de malva, o cinzento e o azul (LEHNERT, 2001)"
O estilo foi disseminado nos anos 1980 pelos estilistas Yohji Yamamoto, Rei Kawakubo e Issey Miyake e depois voltou a ditar moda nos anos 1990. A última coleção de mais destaque com a tendência foi a de Primavera/Verão 2013 da Prada, que foi apresentada em setembro do ano passado em Milão.



Outras marcas também reforçaram a tendência. Haider Ackermann, Vivienne Westwood, Dries van Noten Etro, Hermés, Pucci... cada uma interpretando de uma forma diferente, algumas mais ousadas e outras com looks bastante usáveis que já servem como inspiração.



Várias revistas disseminaram o japonismo de acordo com suas linhas editoriais, por exemplo, VS. Magazine, Vogue, Marie Claire, Flare, L’Officiel, Jalousse...



Na montagem: Vogue Japão,  L’Officiel e Flare.

Em resumo, a tendência tem como suas características principais os quimonos, as faixas na cintura, prints florais, shapes volumosos, uso de de peças sobrepostas e transpassadas. A dica no dia a dia é utilizar com peças urbanas e de outros estilos.




Montagem de inspirações e fonte: Arquivo Pessoal
Imagens de desfiles e revista: Style.com e Reprodução
Inspirações: LookBook.nu, Vogue, Farm, Reprodução.

Você também pode gostar de:

0 comentários

Obrigada por sua opinião,é essa troca que torna o blog cada dia melhor..=)

Deixe seu link, junto com sua mensagem para que eu possa conhecer seu blog =D.

E para quem não tem respondo por aqui,ok?

BJS, Luzi.

P.S.:Os comentários são moderados.

Projeto

CURTA