Bel na Paraíba

O #legadodabel em João Pessoa

03:44

Como já tinha divulgado para vocês aqui no blog e na fanpage, aconteceu na última quarta-feira a palestra de Bel Pesce aqui em João Pessoa, para lançamento do seu terceiro livro A menina do vale 2.

Cheguei mais cedo para contribuir com o #legadodabel (contarei mais abaixo), e foi um dia muito feliz pois pude conhecer pessoas que amam o empreendedorismo tanto quanto eu!




Bel vem construindo uma carreira surpreendente, é formada no MIT em Engenharia Elétrica, Ciências da Computação, Administração, Economia e Matemática. Trabalhou na Microsoft, Google e Deutsche Bank, e, após concluir os estudos, se mudou para o Vale do Silício, na Califórnia, região conhecida por abrigar as sedes das maiores empresas de tecnologia do mundo. Foi lá que Bel respirou empreendedorismo, liderou três times de engenheiros na companhia americana Ooyala, fundou empresas - como a startup Lemon Wallet - e escreveu seu primeiro livro. 

Voltou ao Brasil em 2013 e fundou a Faz Inova (que já contei neste post). Ganhou o prêmio Cartier pela proposta inovadora da empresa. Foi considerada uma das “100 pessoas mais influentes dos Brasil”, pela Revista Época, eleita um dos “30 jovens mais promissores do Brasil”, pela Revista Forbes, e entre "as sete jovens mais inovadoras do mundo" pela TIME! Tudo isso com apenas 26 anos! (Obviamente, esqueci de dizer milhares de outras coisas haha)

E depois de tantos sonhos concretizados, mais um e super audacioso, impactar a vida de 1 BILHÃO de pessoas através de seus livros, projetos, palestras e cursos sobre empreendedorismo. Esse é o #legadodabel





E em falar em sonhos, a palestra foi pautada em dicas de como não realizar sonhos... E eu adorei!
O que acontece geralmente é o seguinte, vamos a uma palestra e durante uma hora ouvimos sobre o sucesso das pessoas, saímos empolgadas em traçar uma trajetória tão mas tão maravilhosa e aí o que acontece? o mundo não é cor de rosa e as frustações surgem e dá aquela desanimada. Simplesmente,falar dos erros, fracassos e dificuldades é muito mais real e inspirador! ;) Para cada dica do não sonho deu exemplos de situações que aconteceram com ela e que deixaram estas lições...





ENTÃO, COMO NÃO REALIZAR SONHOS?

*Acreditar no sucesso relâmpago;
Bel falou sobre a construção do "sucesso" (aliás, algo muito relativo), em valorizar e comemorar na trajetória e não apenas o objetivo final;

*Sonhos dos outros
Entender que ninguém sabe o que é melhor para você! Mercado favorável, influência de amigos, família... para isto falou de um único arrependimento, ter deixado de trabalhar na Pixar para tentar fazer um Mestrado (que acabou sendo trancado).

*Não definir regras antes
Segundo Bel, muitos conflitos surgem pelo fato das pessoas ignorarem problemas no início e não definirem regras que possam solucionar os problemas no futuro. Exemplificou com sociedades, onde a falta de comunicação prejudica o bom andamento dos negócios.

*Deixa que eu me viro sozinho
Ter medo de compartilhar ideias ou de ensinar, acreditando que poderá ser auto suficiente trava o crescimento. 

*Receio de delegar
Exemplificou contando sobre a Faz Inova onde para fazer o tour de divulgação do livro precisou dividir responsabilidades para a equipe. Ter medo que as pessoas errem é algo que trava o crescimento, naturalmente as pessoas irão errar mas disse que a tentativa deve ser estimulada e não punida.

*Se acomodar
Quando a empresa está crescendo e obtêm certo sucesso a tendência é querer relaxar, afinal o lucro virá de qualquer forma. Segundo Bel, é ai que mora o perigo pois é nessa fase que mais exige dedicação que as pessoas querem fazer menos.

*Só reclamar
Os tributos são altos e a burocracia para se ter uma empresa é enorme mas muitas empresas conseguem crescer. O fato é que se só reclamar não vai resolver...

*Se orgulhar do ganho fácil
"Tirei 10 na prova e nem estudei!" - na mesma linha de raciocínio do sucesso relâmpago o não estudar (exemplo) foi momentâneo mas o ganho a longo prazo só se dará se houver dedicação contínua.

*Produtividade #fail
Não priorizar o que é urgente/importante do não urgente/importante gerando desgaste e tirando o foco do que realmente importa para o objetivo final.

*Ouvir o coração
Tendemos a querer fazer aquilo que amamos e Bel é desse mesmo time. Porém, escolher fazer o que se gosta é totalmente diferente de só fazer o que se gosta. Fazer o que não é tão legal, faz parte daquilo que achamos super legal e isso deve ser levado em conta. Assim, evitamos nos enganar com números e métricas que não são importantes e aprendemos a ouvir conselhos que serão fundamentais para melhorar aquilo que queremos por não estarmos obcecados só na parte boa ;)

*Culpar o outro
A facilidade de colocar a culpa no estagiário é cômoda mas e quem o contratou não tem responsabilidade? E a orientação foi dada? Tirar a responsabilidade da gente não nos torna ilesos dos problemas que surgirem. 

E para realizar os sonhos, faz tudo ao contrário :) É bem difícil, super difícil e por isso Bel deixou um desafio para colocarmos em prática aos poucos e vou deixar registrado caso queiram tentar também...

Defina um desafio (possível, sem metas absurdas) e tente concluir até o final do mês de março/2015. 

P.S.: Mas promete me contar depois, hein? Se o meu der certo volto em março/2015 e atualizo este post :)

Espero que gostem do post tanto quanto gostei de escrevê-lo :)

Foto final: Pessoas que amam o empreendedorismo tanto quanto eu! \o/

Para saber mais: www.belpesce.com.br

Fotos oficiais: Vanessa Pessoa

Você também pode gostar de:

4 comentários

  1. Olá Luziane Lima, parabéns por esse belo artigo e que resumiu muito bem a palestra da Bel Pesce. Fico feliz de ter participado junto com você desse momento incrível e que só irá acrescentar e muito a nossa vida pessoal e profissional.

    É muito bom encontrar pessoas que também compartilham dos mesmos sonhos. Juntos podemos chegar bem mais longe e inspirados pela Bel Pesce fica mais fácil de correr atrás dos nossos sonhos. Temos agora o dever de multiplicar esse sentimento e esse dia único e inesquecível. Uma conversa com Bel Pesce é uma daquelas conversas que você não esquece mais nunca.

    Tenho certeza que faremos um ótimo trabalho como Embaixadores da FazINOVA e como multiplicadores dessa vontade de impactar positivamente a sociedade por meio do empreendedorismo.

    Desculpe as longas palavras, novamente parabéns pelo belo artigo e até a próxima. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fernando, que lindo comentário. Sem palavras. Concordo com tudo!

      Obrigada, bjooo

      Excluir
  2. Foi maravilhoso estar ao lado de pessoas que amam o empreendedorismo, inteligente e lindasss!!
    Luziane Lima sempre nos informando de maneira coerente e clara.
    Conhecer um pouco da Bel Pesce já me inspirou e muito, a delicadeza no modo de tratar as pessoas e a humildade é surreal.Ela realmente merece muito mais do que conquistou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário, Barbara. Bom demais ter esse feedback de vocês :)

      Beijão.

      Excluir

Obrigada por sua opinião,é essa troca que torna o blog cada dia melhor..=)

Deixe seu link, junto com sua mensagem para que eu possa conhecer seu blog =D.

E para quem não tem respondo por aqui,ok?

BJS, Luzi.

P.S.:Os comentários são moderados.

Projeto

CURTA