moda

SWEATSHOP: Reality leva blogueiros para trabalhar em fábrica no Camboja!

09:00


Já imaginou se deparar com as pessoas que costuram nossas roupas?
O Afterposten, site de notícias da Noruega sim, e criou o reality online Sweatshop. A série que foi gravada há quase um ano e divulgada na metade de 2014, ganhou repercussão na última semana nos EUA (e consequentemente por aqui), com um compartilhamento que Ashton Kutcher fez no facebook.

O reality conta com cinco episódios de 15 minutos.

5° episódio!

Na série os três jovens, Anniken Englund, blogueira de moda, Frida Ottesen e Ludvig Hambro (estão divulgando como se todos fossem blogueiros e na verdade só encontrei o blog de Anniken, quem encontrar o blog dos outros, agradeço) viajam para conhecer uma fábrica no Camboja. Uma, simplesmente, porque não conseguiram autorização para gravar em outras.

No primeiro episódio, os jovens são apresentados e contam seu estilo de vida. Anniken, por exemplo, diz que gasta cerca de 600 euros com roupas por mês. Até o terceiro episódio é como se a ficha não tivesse caído para eles, mesmo depois de ter dormido na casa minúscula de uma Cambojana e saber que ela ganha 3 dólares por dia ou ter trabalhado na fábrica durante doze horas, ainda ouvimos frases como: "Eles estão acostumados nessa vida", "É mais difícil para mim do que para eles pois já estão acostumados", "A verdade é que há trabalhos piores"... 

Quando começam a lidar com as dificuldades para comprar alimentos e conversar com mais trabalhadores têxteis é que há um reação. E é doloroso assistir e não tem como não chorar... É um série feita para nos questionarmos, reagirmos, refletirmos, debatermos... Por que afinal, não é uma realidade distante de nós. :(

1° episódio - Eles dormem na casa de Sokty.

...ganhem apenas US$ 3 por dia.

Os trabalhadores têxteis Cambojanos lutam por um salário digno de US$160. A causa virou tatuagem de Ludvig no 4° episódio do reality.




A série está disponível com legendas em inglês e espanhol. Imperdível! Você pode assistir clicando AQUI

Assiste e conta para mim nos comentários o que achou do reality, tá?


Imagens: Reprodução - print dos vídeos

Você também pode gostar de:

2 comentários

  1. Não quero ser negativa a respeito disso, mas nada vai mudar. Talvez pra esses blogueiros sim, mas eu diria que o restante dos blogueiros e consumidores dessas marcas vão ficar chocados e continuar consumindo como se estivesse tudo perfeito. =/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Ana. Não acho que o problema seja o consumo mas a injustiça que acontece na cadeia produtiva. Recentemente, fiquei perplexa sobre a Renda renascença aqui na Paraíba! Foi por isso que gostei tanto do documentário por expor essa injustiça. O fato é que muitas pessoas vão ver e não se importarão mas é um trabalho de formiguinha ,tenho fé que irá melhorar... :)

      Excluir

Obrigada por sua opinião,é essa troca que torna o blog cada dia melhor..=)

Deixe seu link, junto com sua mensagem para que eu possa conhecer seu blog =D.

E para quem não tem respondo por aqui,ok?

BJS, Luzi.

P.S.:Os comentários são moderados.

Projeto

CURTA